Bruxismo ou Ranger de Dentes

Bruxismo ou Ranger de Dentes

O bruxismo ou ranger de dentes apresenta- se muitas vezes, de modo inconsciente, consistindo em raspar durante o sono as superfícies dos dentes superiores contra os inferiores.

A palavra bruxismo é derivada do Francês que foram pioneiros na utilização “la bruxomanie” principalmente utilizado por Marie & Pietkiewicz em 1907 e também Frohman (1931), deste termo para identificar um problema dentário desencadeado pelo movimento anormal da mandíbula.

O bruxismo ou ranger de dentes apresenta- se muitas vezes, de modo inconsciente, consistindo em raspar durante o sono as superfícies dos dentes superiores contra os inferiores. A dificuldade para seu tratamento aumenta de acordo com a gravidade do desgaste produzido.

O bruxismo é um dos distúrbios funcionais dentários mais prevalentes e destrutivos. É um distúrbio de ocorrência comum, sendo encontrado em todas as faixas etárias, com prevalência semelhante em ambos os sexos. Ocorre com a pessoa acordada (bruxismo diurno) ou dormindo (bruxismo noturno).

O bruxismo pode ou não estar diretamente ligado à dor muscular decorrente da disfunção da articulação temporomandibular (ATM), podendo causar dores de cabeça, na região próxima do ouvido, além de dor muscular facial, relacionada aos músculos mastigatórios, bem como dor generalizada no crânio.

A frequência e a gravidade podem variar e aumentarem a cada noite, estando altamente associado ao estresse emocional e físico. Quando noturno, o bruxismo envolve movimentos rítmicos semelhantes ao da mastigação, com longos períodos de contração dos músculos mandibulares. Esses movimentos, contrações, podem superar os realizados durante o esforço consciente, sendo a causa da dor muscular e fadiga. Até hoje, não se conhece um método de tratamento para eliminar permanentemente o bruxismo, embora técnicas comportamentais de relaxamento e psicoterapia possam ajudar.

Referencia: http://www.neurologia.srv.br/bruxismo

Perdoar faz (muito) bem à saúde

Demência Vascular